Madrid é uma cidade vibrante, onde sempre há gente na rua e algo novo acontecendo. Seus monumenos merecem ser explorados com calma e ao menos um de seus museus precisa ser visitado.

Para não ficar perdido, preparamos um roteiro de três dias para você conhecer um pouco da capital espanhola e aproveitar o que esta cidade maravilhosa oferece.

 

1º dia

Tour pelo centro e Museu do Prado

Comece fazendo um passeio pelo centro de Madrid. Foi ali que Mohamad I fundou a cidade de Mayrit em 711 e construiu a primeira muralha. Infelizmente, restam poucos vestígios desta construção, mas a prefeitura instalou uma maquete, em plena “Plaza de la Opera” onde podemos ter noção da sua localização.

Uma boa opção para iniciar a caminhada é a Porta do Sol. Atenção! Não espere encontrar nenhuma porta ou arco, no melhor estilo europeu. O nome deste lugar faz referência a uma das portas que dava acesso à cidade no século XV.

Porém, se não há uma entrada formal, vale a foto com o símbolo da cidade, a estátua do Urso e do Madronho ou então, o Marco Zero, em frente a sede do governo da Comunidade de Madrid.

Seguindo pela calle Mayor vamos encontrar a Plaza Mayor e o mercado San Miguel. Mais a frente, a “Plaza de la Villa”, a Catedral de Nossa Senhora de Almudena e o Palácio Real.

Uma vez percorrido este trajeto é preciso recarregar as energias e opções de bons restaurantes não faltam nesta cidade.

Os deixo 4 recomendações muito boas de restaurantes que está próximo desses pontos :

1 – Botin, que é super conhecido por ser o restaurante mais antigo do mundo

2- Casa Gallega, se você gosta de comer um bom marisco, ou uma paella, é um local idel a

3 – Taberna del Alabardero, um classico da cozinha Espanhola, bem ao lado do Teatro real de Madrid.

4- La Bola, onde se come o melhor cozido Madrileño

 

E agora, que tal conhecer uma das mais fabulosas coleções de arte do mundo? O Museu do Prado reúne as obras de arte colecionadas durante séculos pela família real espanhola. Diego Velázquez, El Greco, Tiziano, Rubens, Francisco Goya, Murillo, e muitos outros dão testemunho do bom gosto e da riqueza dos monarcas. O acervo foi enriquecido com as obras confiscadas às ordens religiosas e ao Museu de Arte Moderna que existia no século XIX.

 

Este foi o primeiro dia. Agora é jantar num bom restaurante e descansar para continuar a explorar Madrid.

2º dia

Estádio Santiago Bernabéu, Bairro de Salamanca, Parque do Retiro e Museu Reina Sofia

Torcedores de futebol não podem visitar Madrid sem conhecer o estádio do Real Madrid, o Santiago Bernabéu. A história do time é contada de forma minuciosa e estão ali os gols, os grandes craques (com destaque a vários jogadores brasileiros) e o vestiário daquele que é considerada a maior equipe de futebol do mundo.

Após esta visita, que tal andar pelas ruas do bairro mais aristocrático de Madrid? O ponto de partida, desta vez, será a Plaza de Colón com seu monumento a esta aventura que foi a navegação atlântica. Tomara que esteja ventando e aproveite para tirar foto com a gigantesca bandeira espanhola ali presente.

Ao lado da praça está o edifício da Biblioteca Nacional e do Museu Arquelógico Nacional. Apaixonados por Pré-história e História Antiga podem visitá-lo sem medo para se informar como era este viver neste tempo na Península Ibérica.

Seguindo pela calle Serrano você terá acesso ao comércio de luxo da cidade e aos charmosos edifícios que a burguesia madrilenha ergueu na virada do século XIX para o XX. Depois é só se dirigir ao belo Parque do Retiro, curtir a natureza e também as obras de artes. Explico. Além das fontes e esculturas, o Retiro abriga dois pavilhões históricos que são uma continuação do museu Reina Sofia. Ali sempre estão as exposições temporais e é possível admirá-las gratuitamente.

Aliás, por que não aproveitar para visitar o próprio museu? O Reina Sofia tem uma das coleções de arte moderna e contemporânea mais completa da Espanha, reunindo nomes como Juan Gris, Miró, Salvador Dalí, Luis Buñel. A grande estrela é o quadro Guernica, de Pablo Picasso.

Para encerrar este dia com chave de ouro, não deixe de ir a show de flamenco. Há várias opções e muitos oferecem espetáculo e jantar. Se você tiver interesse em conhecer, é só solicitar sua reserva conosco através do email info@descubramadrid.com, trabalhamos com uma dos melhores tablado de Flamenco de Madrid.

3º dia

 Bairro das Letras, La Latina e Lavápies. Compras na Gran Via, Museu Thyssen-Bornemiza e Templo Debob.

Neste dia, que tal dar uma volta nos bairros mais tradicionais como o Bairro das Letras, La Latina e Lavápies. Este último está marcado pela forte imigração africana e asiática que transformam suas ruas numa verdadeira babel cultural.

Ou se preferir, percorra a Gran Vía contemplando sua bela arquitetura da virada do século XX e aproveite para fazer umas comprinhas.

Depois, aproveite para desfrutar da fabulosa coleção do Museu Thyssen-Bornemiza, onde é possível contemplar 800 anos de história da arte: desde a pintura do final da Idade Média até o século XX com a pop-art. Caravaggio, Cezanne, Van Gogh, Paul Gauguin te esperam neste museu inagurado em 1992.

No final do terceiro dia, planeje-se para contemplar o por do sol no Templo Debob. Com uma vista para o horizonte é emocionante ver o fim de tarde ao lado de um monumento datado de II a. C.

Este é só um pequeno roteiro das maravilhas que Madrid guarda ao turista, mas é uma boa mostra do que a capital espanhola tem a oferecer aos viajantes que vêm por primeira vez.

Leia também

O Restaurante Mais antigo do mundo

Tour de Tapas em Madrid

Restaurantes por menos de 15 euros em Madrid

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. All fields are required.